Skip to content

PORTARIA Nº 00085/2019/GSER

brasao paraiba
ESTADO DA PARAÍBA
SECRETARIA DE ESTADO DA RECEITA

PORTARIA Nº 00085/2019/GSER
PUBLICADO NO DOE DE 8.3.19

Atualiza os padrões mínimos de infraestrutura tecnológica para o desempenho de atividades fiscais e administrativas no âmbito da Secretaria de Estado da Receita. 

João Pessoa, 7 de março de 2019.

 
O SECRETÁRIO DE ESTADO DA RECEITA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 3º, inciso VIII, alínea “a”, da Lei nº 8.186, de 16 de março de 2007, e no inciso III do art. 61 do Regulamento Interno da Secretaria de Estado da Receita - SER, aprovado pela Portaria nº 00061/2017/GSER, de 6 de março de 2017,
 

RESOLVE:
 

Art. 1º Atualizar os padrões mínimos de infraestrutura tecnológica para o desempenho de atividades fiscais e administrativas no âmbito da Secretaria de Estado da Receita (SER).
 
§ 1° Os padrões mínimos de infraestrutura tecnológica serão revistos anualmente pelo Comitê Executivo de Tecnologia da Informação (CETI), bem como em decorrência da implementação de novas diretrizes de Governo ou ante a necessidade de atualização de tecnologias.

§ 2° Compete à Gerência de Tecnologia da Informação (GTI) receber, consolidar e submeter ao CETI as propostas referidas no § 1°, acompanhadas da análise do impacto orçamentário e financeiro correspondentes.
 

Art. 2º Os microcomputadores em uso destinados às atividades fiscais, administrativas e de desenvolvimento de sistemas e suporte no âmbito da SER devem possuir a seguinte configuração mínima:

I - para apoio às atividades administrativas:

a) Processador do tipo Core™ 2 Duo CPU E8400 @ 3.00GHz ou similar;

b) memória RAM de 4 Gb;

c) monitor CRT de 17'';

d) leitora de CD;

e) disco rígido de 250Gb.

II - para atuação nas atividades de fiscalização:

a) Processador do tipo Core™ i5-3470 CPU @3.20GHz ou similar;

b) memória RAM de 8Gb;

c) monitor CRT de 19'';

d) leitora de CD;

e) disco rígido de 500Gb.

III - para atuação nas atividades da área de desenvolvimento de sistemas e suporte da GTI:

a) Processador do tipo A10-9700E R7, 10 COMPUTE CORES 4C+6G ou similar;

b) memória RAM de 16Gb;

c) monitor CRT de 22”;

e) disco rígido de 120Gb SSD.
 

Art. 3º As novas aquisições de microcomputadores devem observar a seguinte configuração mínima:

I - para apoio às atividades administrativas:

a) Processador do tipo Core™ i3 - 8ª Geração ou similar;

b) Memória RAM de 8Gb;

c) Monitor LCD de 20'';

d) Gravadora de CD e DVD;

e) Disco rígido de 500Gb de 7200rpm.


II - para atuação nas atividades de fiscalização:

a) Processador do tipo Core™ i5 - 8ª Geração ou similar;

b) Memória RAM de 16Gb;

c) Monitor LED de 20'';

d) Gravadora de CD e DVD;

e) Disco rígido de 250Gb SSD.

III - para atuação nas atividades da área de desenvolvimento de sistemas e suporte da GTI:

 a) Processador do tipo Core™ i7 - 8ª Geração ou similar;

b) Memória RAM de 32Gb;

c) Monitor LED de 24”;

d) Disco rígido de 500Gb SSD.

Parágrafo único. Os equipamentos deverão possuir garantia mínima de três anos.
 

Art. 4º As aquisições futuras de notebooks devem observar as seguintes configurações mínimas:

a) Processador do tipo Core™ i3 - 8ª Geração ou similar;

b) Memória RAM de 8GB;

c) Gravadora de CD e DVD;

d) Disco rígido de 500Gb; 

e) Monitor de 14” a 15”.

Parágrafo único. Os notebooks a serem adquiridos serão distribuídos preferencialmente aos servidores que desempenham atividades externas.
 

Art. 5º Os microcomputadores em uso na SER devem possuir a seguinte configuração mínima de software:

I - suíte de escritório (aplicativos de edição de texto, planilhas e apresentações);

II - versão atualizada de navegador de internet compatível com os sistemas da SER;

III - versão atualizada de programa antivírus;

IV - versão atualizada de aplicativo de proteção contra spywares;

V - aplicativo de coleta de configuração de equipamentos;

VI - aplicativo de suporte técnico remoto;

VII - versão atualizada de visualizador de arquivos no formato PDF;

VIII - aplicativo gerador de arquivos no formato PDF.

Parágrafo único. As aquisições e instalações de aplicativos similares aos relacionados neste artigo, ou que possuam características e finalidades específicas, sejam de plataforma aberta ou proprietária, deverão ser solicitadas à GTI com as devidas justificativas técnicas.


Art. 6º As impressoras em uso na SER/PB, assim como as objeto de aquisições futuras, devem observar os seguintes requisitos:

I - impressão a laser;

II – impressão em rede;

II - ciclo de impressão de:

a) 8.000 páginas por mês para atendimento de até 5 usuários simultâneos;

b) 65.000 páginas por mês para atendimento de 5 a 10 usuários simultâneos;

c) acima de 100.000 páginas por mês para atendimento médio de 20 usuários simultâneos.
 

Art. 7º Os scanners em uso na SER devem observar os seguintes requisitos:

a) Ter ciclo mínimo de mapeamento de imagens de 20 páginas por minuto;

b) Resolução mínima de 200 dpi;

c) Função OCR ativa;

d) Escaneamento simultâneo em ambos os lados.

Parágrafo único. Todas as unidades da SER devem dispor de, no mínimo, um scanner.


Art. 8º Os serviços de correio eletrônico em uso no âmbito da SER devem possuir os seguintes requisitos mínimos:

 I - caixa postal de uso pessoal com capacidade de armazenamento de 250Mb;

II - caixa postal de uso corporativo com capacidade de armazenamento de 250Mb;

III - capacidade de anexação de arquivos com até 30Mb.
 

Art. 9° As estruturas de redes locais das unidades da SER devem possuir os seguintes requisitos técnicos mínimos:

I - padrão de 10/100/1000Mbits;

II - estruturação com switches;

III - maximização de uso de switches exclusivamente por empilhamento;

IV - cabeamento estruturado.
 

Art. 10. A capacidade dos acessos para o tráfego de dados eletrônicos das unidades da SER deverá ser expandida quando a média de utilização atingir uma constante de 60%.
 

Art. 11. Os Órgãos de Gestão Superior e das Áreas de Assessoramento, Instrumental e Finalística encaminharão anualmente, no mês de outubro, à GTI proposta de aquisição dos equipamentos necessários ao desempenho das atividades que lhes são afetas, fundamentada nos termos desta Portaria.

Parágrafo único. As aquisições de equipamentos e softwares fora dos padrões estabelecidos nesta Portaria, inclusive impressoras de alta resolução ou com características específicas, deverão ser solicitadas com as respectivas justificativas técnicas.
 

Art. 12. A distribuição de equipamentos no âmbito das unidades observará as respectivas definições de uso de que tratam os artigos 2º e 3º desta Portaria.

Parágrafo único. A GTI coordenará a distribuição dos equipamentos para as unidades, indicando nominalmente os usuários, quando necessário, mediante proposta do CETI.


Art. 13. A Gerência de Tecnologia da Informação fica responsável pela implementação desta Portaria.
 

Art. 14. Fica revogada a Portaria nº 080/GSER, de 02 de abril de 2012.
 

Art. 15. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

 

MARIALVO LAUREANO DOS SANTOS FILHO
Secretário de Estado da Receita

  

Este texto não substitui o publicado oficialmente.

Voltar ao topo